Brigas pelos mesmos motivos

     É muito comum ouvirmos relatos mais ou menos assim: “Então, nós terminamos. Aí ele (a) me procurou, conversamos, disse que iria mudar e tal. Porém, depois de duas semanas estávamos brigando pelos mesmos motivos”.

 

     Sabe por que a briga é pelos mesmos motivos? Porque a pessoa não fez um reconhecimento sincero e honesto de onde está errando. Caso haja, de fato, motivo para considerar que está errando! Porque há pessoas que não acreditam que estão erradas, mas assumem um erro (que não consideram que cometeram) apenas para terem a pessoa amada de volta. Ora, aí é um emaranhado de coisas erradas que só trará ainda mais brigas depois. Assumir que está errado (mesmo não acreditando estar), apenas para ter a pessoa de volta é uma tremenda anulação. Sem contar que não está contribuindo em absolutamente nada para a resolução dos conflitos e para a vida saudável da relação.

 

     Quando uma relação termina e uma das pessoas alega que o motivo pelo qual está terminando é por causa de determinados erros, então é necessário que a outra pessoa saiba fazer uma reflexão profunda e, sobretudo, sincera de si mesmo, da relação e de seu posicionamento diante desta. Se, verdadeiramente, reconhecer que errou, então há grandes chances de mudanças reais. Caso, contrário, o discurso do “Eu mudei, me dê uma nova chance” será mera fachada, com o intuito de ter a pessoa de volta. É justamente por isso que, após um tempo, as brigas voltam a acontecer pelos exatos mesmos motivos!

 

     Cuidado para não se deixar levar pela dor do término. Quando estão diante dela, as pessoas tendem a fazer mil e uma promessas (semelhante a quem está sendo submetido a tortura e acaba confessando crimes que não cometeu), apenas com o intuito de eliminarem a dor.

 

     Eliminar a dor torna-se o foco. Porém, o que deveria estar em questão é o motivo pelo qual o término aconteceu e não a dor! A dor é consequência do término; este, por sua vez, é consequência de um motivo. Refletir sobre este motivo é chegar na raiz da questão! Infelizmente, as pessoas ficam focadas na dor e na ânsia de eliminá-la. É por isso que atropelam as situações e prometem e falam coisas sobre as quais nem refletiram.

 

     Está cansado de brigar pelos mesmos motivos? Então está na hora de pensar e refletir sobre o motivo das brigas; está na hora de pensar em qual e como tem sido o diálogo após as mesmas. As duas pessoas precisam entrar num consenso real e verdadeiro sobre como interpretam os fatos e sobre como resolvê-los. Caso contrário, será apenas uma maquiagem na situação. É por isso que, depois, o que se esconde por detrás da maquiagem aparecerá novamente. Pense nisso! Forte abraço: André Massolini


NEWSLETTER
RECEBA NOVIDADES PELO EMAIL.


Nome

Email

Fone